top of page

RELATO DE UM ATENDIMENTO COLETIVO





“Qual o sentimento que esta egrégora de consulentes passa para vocês?”, pergunta a dirigente para os médiuns sobre o grupo destacado para ser atendido na sessão coletiva de 31 de agosto de 2023. “Coração partido”, “Falta de fé”, “Tristeza”, “Esperança perdida”, “Busca por renovação”. E assim, com as pistas que a leitura do campo energético dos consulentes nos traz, mais as informações complementares dos mentores espirituais, sabemos o que deve ser tratado.


São histórias que todos nós, humanos, vivenciamos em algum momento desta existência ou de outras. Alguns de nós conseguiram se libertar de alguma forma durante a caminhada, aprendendo a lidar com as emoções geradas, reagindo de forma diferente e não repetindo padrões. Outros ainda se encontram presos a elas. Em nosso trabalho, não há julgamento de valores, apenas reconhecimento dos desafios e suas consequências. Nós, médiuns, passamos por constantes tratamentos das nossas próprias questões para estarmos em condições de tratarmos alguém. Agradecemos todas as oportunidades de aprender, superar e passar adiante todo o alívio que encontramos.


Vamos à análise da questão principal deste atendimento coletivo... Um coração quebrado que não encontra o caminho da renovação corre o risco de se se perder tanto, de sentir tanto medo, que, fechado dentro de si mesmo em busca de proteção, acaba se tornando uma ferramenta de quebrar o coração dos outros. Já sem controle do próprio medo, cego e irredutível na sua maneira de agir, sente seu coração quebrando novamente a cada vez que magoa a quem ama, perpetuando o ciclo do sofrimento. Muitos colocam no outro a responsabilidade por fazê-los sentirem-se bem. Outros sentem um estranho horror à oportunidade de felicidade que mostra a responsabilidade pela própria mudança. Culpam aos outros, ao mundo, pela sua desesperança, e não assumem que está em suas mãos sair da sintonia do que os faz sofrer.


Mas essa egrégora de consulentes ASSUMIU que precisa sair desse lugar de vítima. Ao buscarem o atendimento coletivo da Apometria Universo, abriram o peito para a cura da falta de confiança em si mesmos. Conseguiram dar à espiritualidade uma chance de mostrar que sim, há saída, tem jeito, e esse jeito é a renovação de si mesmo em primeiro lugar. O resto fluirá.


Como começar? Pedindo ajuda. Sempre. O segundo passo é aceitar a ajuda que vem. Não resistir. Valorizar a oportunidade e se entregar, sabendo que cada passo dessa ajuda tem sua função e sua importância, e nenhuma parte dela é pequena, por menor que pareça. No caso dos nossos determinados consulentes, passou por preencher o formulário de pedido de atendimento, e seguiu no cumprimento de todas as instruções até a conexão mental no dia e hora combinados. Um passo de fé um pouco maior para os muitos que ainda duvidam que seja possível que algum trabalho energético seja feito em uma sala online, quanto mais em conexão mental sozinhos em um ambiente de seu lar. Mas chegará o dia em que será fácil entender que poderia acontecer mesmo que estivessem em um ônibus lotado a caminho de casa. O campo de trabalho é a nossa mente, uma “máquina” tão poderosa que é capaz de bloquear as interferências externas e potencializar as energias que nos tratam... ou justamente deixar entrar em nosso campo o que mais nos prejudica.


Parte grande do nosso trabalho nestes atendimentos é neutralizar as consciências que acompanham os consulentes e pioram seu estado psíquico – sejam essas ações intencionais ou não. Mas aqui vem um dado importantíssimo sobre o trabalho da Apometria Universo que talvez você não imagine: nós não apenas congelamos a massa de manobra que se encontra em transe hipnótico, nem apenas contemos em pirâmides espelhadas os líderes das sombras que, capturados, protestam e tentam seguir nos atacando - nós damos a eles todo o mesmo tratamento de cura aplicado a toda e qualquer consciência sofrida e doente que chega ao nosso campo. Todos os seres um dia foram ignorantes, todos um dia serão conscientes, e todos um dia serão iluminados. Mesmo que hoje estejamos em lados opostos, tratamos todos com dignidade e misericórdia, pelo potencial que reside em cada um, da mesma forma como nosso querido amigo e Mestre Jesus olhou para nós há mais de 2 mil anos. Nas consciências mais doentias, plantamos sementes que nunca saberemos no que deram. Mas às vezes elas florescem antes mesmo do encerramento da sessão, e nada é tão lindo de presenciar... Já pensou nisso, que a reconexão com a Luz de uma alma que passou tanto tempo na escuridão pode acontecer porque você resolveu se tratar?


As técnicas aplicadas pela nossa dirigente de maneira ágil e criativa são escolhidas na hora, usando a intuição e todo o conhecimento aferido em anos de muita pesquisa, experimentação e práticas. Sempre colocando a segurança dos consulentes e médiuns em primeiro lugar – o que significa estar sempre alerta ao que ocorre no campo de tratamento no astral e nos ambientes dos lares de cada um – ela propõe não apenas aos médiuns mas também aos próprios mentores espirituais novas abordagens para problemas antigos... Afinal, se o mundo está passando por mudanças e até os ataques energéticos estão mais sofisticados, porque nós, médiuns, ferramentas do Bem, haveríamos de ficar fazendo tudo igual o tempo todo?


Usar o AMOR como maior ferramenta de combate às ações dos seres das sombras é de uma genialidade tão grande quanto é subestimada. Não é simples, porque para ser eficaz é preciso que a dirigente saiba passar autoridade ao mesmo tempo que consegue extrair de cada médium a performance adequada. É imprescindível que o grupo esteja plenamente harmonizado e treinado na habilidade de elevar sua frequência mesmo na presença de seres tão densos.


Voltando ao andar da nossa sessão coletiva... Após contermos os grupos contrários aos trabalhos, pudemos nos concentrar na aplicação do tratamento adequado aos consulentes e aos seres que por sintonia acompanhavam cada um. A desesperança e falta de fé em si mesmos, muito antes de serem questões relacionadas ao outro, são questões da nossa própria desconexão com nosso Eu Divino, com a parte de nós que sabe que nunca estamos sós, e que somos filhos de uma Fonte Criadora que muito nos ama e que nos quer prósperos em todos os sentidos. Com a ênfase dada pela equipe espiritual a essa questão primordial, foram aplicadas ferramentas para limpeza de corpo espiritual, harmonização de chakras, ressignificação de emoções e desbloqueio energético. Todo esse tratamento pode ser o suficiente para abrir os caminhos na área desejada. Talvez haja questões mais profundas que precisam de atenção especial. Neste caso, a dirigente, sob orientação dos mentores espirituais, envia um convite para sessões individuais, que acontecem aos sábados. Todos receberam uma mensagem por email no sábado após esse atendimento coletivo com as principais mensagens dos mentores, um pequeno resumo do que foi tratado, instruções gerais e instruções individuais que se fizeram necessárias.


Talvez agora você já possa entender melhor o que fazemos e principalmente PORQUE fazemos o que fazemos. Que esse relato possa ajuda-lo a nos conhecer um pouco melhor e a saber que para nós é uma honra contarmos com a sua confiança. Um que se trata, trata uma multidão, e sem dúvida alguma, a cura de um é a cura de muitos. Gratidão pela bênção da oportunidade de fazer o bem.



Com carinho, a Equipe Física e a Equipe Espiritual.

(escrito sob a orientação do espírito amigo Baiano)


74 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page